Mamografia – malefícios para as mulheres

Ontem eu assisti uma entrevista muito interessante da Dra. Lucy Kerr – estudiosa na área do câncer de mama – e para mim foi uma surpresa saber que a mamografia não traz benefícios a nós, mulheres. Fiquei muito impactada com essa notícia e quis trazê-la para vocês, sobretudo porque, semanas atrás, eu divulguei nas minhas redes sociais o serviço gratuito de realização de mamografia na minha cidade. Homens, por favor leiam para compartilhar com as mulheres que vocês conhecem.

E quem é a Dra. Lucy Kerr? Médica, formada  pela Universidade de São Paulo (USP), pós graduou-se em ultrassonografia Diagnóstica em 1977 pela Wake Forest University, como bolsista do CNPq e complementou seus estudos na Thomas Jefferson University, ambas nos EUA. Ela ainda possui títulos de Especialistas em Ultrassom em 6 Sociedades Científicas, sendo 4 nacionais – Sociedade Brasileira de Ultrassom em Medicina e Biologia, Colégio Brasileiro de Radiologia, Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de ultrassonografia – além de 2 internacionais ARDMS – The American Registry of Diagnostic Medical Sonographers e FISUSAL.

[I Congresso Online de Doenças Crônicas e Curas Naturais: Dra. Lucy Kerr e mais 26 autoridades (médicos, cientistas e terapeutas) revelam segredos de curas naturais e manutenção de uma vida saudável.  Assista o vídeo clicando aqui.]

Estudiosa na área do câncer de mama, ela ressalta que o câncer é uma doença multifatorial, mas são 2 os seus principais fatores: os hormônios (encontrados na carne bovina e no frango) e a radiação ionizante. Ela faz um alerta de que o exame radiológico (vulgo raio-X) só deve ser solicitado em caso de extrema necessidade, justamente pelo mal que causa ao nosso organismo. Mas sabemos que não é assim que acontece…

Já há estudos, segundo ela, de pacientes que se submeteram a muitos raios-X solicitados por dentistas e apresentaram câncer do cérebro. Também há casos dessa mesma doença ser detectada em pessoas que usavam muito telefone celular. Vamos ter cuidado, minha gente! Façamos mais uso do telefone convencional quando estivermos em casa ou no trabalho, sobretudo quando a conversa for longa. E quando o aparelho celular não puder ser evitado, os fones (de fio) e o modo viva-voz ajudam a diminuir essa radiação.

Alerta maior é feito às crianças e adolescentes que utilizam celular. É evidente que os organismos destes ainda estão em formação e serão muito prejudicados com a radiação emitida por esses aparelhos. A Sociedade Italiana de Pediatria Preventiva e Social sugere aos pais o não uso de aparelhos celulares por crianças de até 10 anos. Para ler a reportagem na íntegra, clique aqui.

Nessa mesma reportagem, a médica Maria Grazia Sapia explica: “como são pequenos transmissores que são mantidos normalmente próximos da cabeça durante a comunicação, os efeitos nocivos para a saúde são cada vez mais evidentes, alguns ligados aos efeitos térmicos, a interação de um campo eletromagnético com um sistema biológico provoca aumento localizado da temperatura e quando as exposições são muito intensas e prolongadas podem superar o mecanismo de termorregulação matando as células com necroses dos tecidos“.

Então, vamos evitar ao máximo o uso dessas tecnologias… Cuidemos desse vício! Rsrs.

Voltando ao assunto da mamografia, a Dra. Lucy Kerr nos informa que o Conselho Médico da Suíça (um grupo de cientistas renomados e confiáveis, pois são independentes, desvinculados de qualquer órgão e por isso sem qualquer interesse econômico) comunicou, em fevereiro de 2014, que a mamografia não traz mais motivos para ser recomendada, vez que perdeu a sua razão de ser. A sua finalidade era servir como um rastreador do câncer de mama e evitar com isso a mortalidade da mulher.

Porém, conforme demonstrado em um estudo canadense de 25 anos de acompanhamento com a mamografia  e exame físico,  mulheres que deixaram de ser acompanhadas pela mamografia viveram mais tempo do que as que ainda se submeteram à mamografia, concluindo esse estudo que a mamografia aumentou o índice de mortalidade do câncer de mama.  Por todos os estudos, o Conselho Médico Suíço quer eliminar a mamografia e por isso orienta à classe que o método de rastreamento do câncer deva ser sensível (para não agredir a paciente), eficiente, barato, disponível e ainda indolor.

Baseado nisso, a Dra. Lucy sugere que nós mulheres façamos o exame tríplice da mama: ultrassonografia + doppler + elastrografia. Exames que proporcionam mais recursos (se 1 falhar, os outros detectam. Melhor do que fazer apenas 1…) e não causam efeito biológico nenhum. Segundo ela, a elastrografia tem como princípio avaliar a variação da elasticidade e da dureza dos tecidos, sem a necessidade de uma biópsia: “onde há tumor será detectada uma lesão endurecida. Esse enrijecimento é provocado pelo câncer e é detectado independente da profundidade ou do seu tamanho“, explica Dra. Lucy.

Ela ainda enfatiza que o método da apalpação detecta 60% enquanto a mamografia detecta apenas 38%. Isso porque há múltiplos tipos de câncer de mama e a mamografia não detecta todos.

Vejamos outras desvantagens da mamografia:

  • Gera radiação que é um dos fatores principais do surgimento do câncer. A realização anual ou semestral da mamografia proporcionará o surgimento do câncer mamário;
  • Caso a paciente esteja com o câncer mamário, a compressão demasiada da mama, no ato da mamografia, fará com que a doença se alastre pelo corpo;
  • Pode apresentar um exame falso-positivo (quando a paciente não tem câncer mas é diagnosticada como se o tivesse).

Como se não bastassem todos esses malefícios, a Dra. Lucy faz um alerta ao perigo da mamografia com contraste (ou quaisquer outros tipos de ressonâncias). O contraste é à base de gadolíneo, substância tóxica que gera efeitos colaterais e proporciona o surgimento de nódulos no corpo. Segundo essa médica, há casos de paciente que entraram hígidos para fazer a ressonância, mas saíram mortos.

Todos esses malefícios são vistos com muito maior intensidade em mulheres com idade menor do que 50 anos.

Não pude gravar a entrevista, mas achei um vídeo dela no youtube que vai ratificar (e complementar) o que eu escrevi aqui.

 

Vocês também ficaram impactados(as) com essa notícia? Compartilhem esse post nas suas redes sociais. Seus seguidores agradecerão… 🙂

Obrigada pela visita!

Anúncios

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s